Marketing é essencial para crescimento de startups

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O termo startup deixou de apontar uma novidade para se tornar um modelo de negócio vigente nos dias de hoje. Aliás, de acordo com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), em 2020 já eram 12.700 empresas nesse modelo no país. São, geralmente, companhias jovens, com modelo de negócio que apresenta rápido crescimento, oferecendo produtos ou serviços em uma plataforma de inovação.

“Além da figura do investidor-anjo, grandes empresas e bancos estão envolvidas na gestação e manutenção de startups. Um dos motivos é que esse tipo de companhia pode ser incorporado a empresas maiores, e trazer conhecimento e novas tecnologias que não faziam parte daquela cultura empresarial”, comenta Thaís Faccin, sócia da Jahe Marketing, assessoria de marketing especializada em soluções 360° para empresas que buscam profissionalização da área e braço operacional.

Mas, ao lado dos aportes importantes para essas companhias ganharem escala, o marketing é essencial para que um novo nome se estabeleça no mercado. A Samsung, por exemplo, ofereceu em março de 2021 um curso focado em marketing para startups. O conteúdo foi oferecido por meio do Samsung Ocean, iniciativa que oferece capacitação tecnológica à comunidade e fomenta a criação de empresas de base tecnológica.

Dona de diversas marcas conhecidas do cotidiano brasileiro – como Biotônico Fontoura, Atroveran, Doril e Engov – a Hypera Pharma é outra companhia que, neste ano, oferece cursos para startups cujo foco também está no marketing. Com uma história bem-sucedida no segmento de tecnologia, André Franco, CEO da Dialog.ci, comenta que “o marketing para startups é muito importante, pois muitas vezes uma empresa com esse perfil não tem, ainda, muitos clientes para que funcione o boca a boca. É preciso pensar em várias frentes.

Tanto nas mídias pagas, quanto em ações de relações públicas, junto aos veículos de imprensa. Esse tipo de estratégia amplia a presença da companhia, e requer um investimento relativamente baixo”. Franco explica que, para a Dialog.ci, a estratégia é atingir em cheio o público específico de grandes empresas que precisam de agilidade e praticidade na comunicação interna. “O Linkedin, por exemplo, para nós é um veículo ideal”.

A Dialog.ci é um app que surgiu há cinco anos, com o objetivo de resolver os desafios da comunicação interna de grandes empresas. A ideia é oferecer aos funcionários das empresas clientes um super app de intranet e recursos humanos, evitando ruídos de comunicação e o famoso “telefone sem fio”, com uma interface amigável, semelhante a uma rede social. Entre os prêmios e aportes que já recebeu está o convite para fazer parte do CUBO, hub de inovação do banco Itaú.

Essas movimentações acontecem em um período no qual todo tipo de negócio repensa estratégias para alcançar novos clientes em canais diferentes por conta da pandemia do coronavírus. Para se ter uma ideia, em 2020 o Sebrae fez pesquisa que mostrou que 31% das empresas entrevistadas mudaram “totalmente seu funcionamento”, e 41% das empresas “mudaram sua forma de entregar seus produtos e serviços”.

“Para as empresas que têm inovação como um diferencial, é importante estar em contato com seu público, para entender demandas e necessidades em constante transformação. Se os negócios convencionais já passaram pela transformação digital, as startups têm de liderar essa revolução. E se comunicar da maneira certa é essencial”, conclui Satye Inatomi, sócia da Jahe Marketing.

Quer aumentar a visibilidade da sua empresa com marketing digital?

1 – Crie conteúdo útil para sua audiência – Conhecer o público com o qual sua empresa se conecta é fundamental para saber que tipo de informação essa audiência está procurando. Você sabe bem com quem está falando? Então o próximo passo é produzir conteúdo com informações relevantes. Mais do que divulgar seu produto de imediato, é fundamental que sua marca se torne uma autoridade no segmento no qual atua.

2 – Seja encontrado – É consenso que o SEO é uma das principais ferramentas para seu site figurar bem na pesquisa do Google. Ou seja, técnicas de (S)earch (E)ngine (O)ptimization fazem com que sua página esteja mais bem posicionada no ranking de sites que a ferramenta de busca irá apresentar. Mas esta não é a única estratégia. Links patrocinados, inserção da empresa no Google Maps e outros mapas, e uma bom website também facilitam o encontro entre seu negócio e os clientes potenciais.

3 – E-mail marketing – E-mail marketing não são apenas propagandas genéricas que lotam a caixa de entrada de consumidores de qualquer perfil. É possível usar essa estratégia de marketing de forma eficaz e inteligente. Atualmente, ferramentas de automação oferecem suporte que ajudam as empresas. Dessa forma, a sua newsletter ou campanha promocional correm menos risco de serem ignoradas no inbox do seu cliente.

4 – Relações públicas – Contratar uma assessoria de comunicação e relações públicas pode aumentar a visibilidade da sua companhia não apenas em redes sociais, mas também em veículos de imprensa. Essa é uma chance de obter visibilidade aliada à credibilidade de um site, jornal ou revista, por exemplo. Se você procura chamar atenção de um investidor, que tal estabelecer como meta aparecer no jornal que ele costuma assistir, ler ou ouvir?

5 – Mensuração para tudo e para todos – Você só saberá se uma campanha deu certo se souber quais foram os resultados. Inclusive, para traçar novas estratégias, caso as coisas tenham dado errado. Por isso, mensuração é importante. Não é exagero dizer que um fracasso bem mensurado é o primeiro passo rumo ao sucesso. – Fonte e mais informaçoes (www.jahemarketing.com.br).

Mais posts para você

×

Fale conosco

×