Prepare-se para o futuro: as cinco principais tendências do marketing para 2022

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Chegamos ao fim do segundo ano de pandemia, ainda sem muitas certezas sobre como será o futuro. Mas, olhando para trás, já é possível perceber que os acontecimentos dos últimos tempos causaram mudanças de hábitos que vieram para ficar. Uma delas está ligada à relação entre consumidores e marcas.

Segundo pesquisa da Kantar, 50% das pessoas começaram a prestar mais atenção à origem de um produto, na comparação com o período pré-pandemia. Por este motivo, a estratégia das empresas deve incluir, cada vez mais, melhores práticas de ESG (Environmental, Social and Governance, em português, Meio Ambiente, Social e Governança).

Outro fator que deve ser considerado é a transformação digital, processo que foi acelerado na crise sanitária em razão do isolamento social. Nesse aspecto, ainda há um longo caminho pela frente: levantamento do BCG (Boston Consulting Group) indica que só 30% das empresas conseguem realizar a transformação digital de maneira eficiente.

De maneira geral, as empresas enfrentarão, nos meses por vir, o desafio de se manterem relevantes e se adaptarem às novas demandas do público. E o marketing, responsável por sua comunicação com a audiência, terá papel essencial nesse momento. Assim, a estratégia dos negócios na área deve se atentar às alterações em três pilares: político, econômico e social.

Para ajudar as empresas a iniciarem o ano com as inspirações certas, fizemos uma seleção das cinco principais tendências de marketing para 2022. Quer saber quais são elas? Siga com a gente!

1- Streaming
O relatório Marketing Insights 2022, da GoAd Media, diz que plataformas de streaming de vídeo que operam no modelo por assinatura, apesar de restritas para o mercado publicitário, podem e devem ser aproveitadas pelas marcas. Atualmente, 65% dos assinantes consomem pelo menos duas horas por dia de conteúdo sob demanda, aponta a Kantar.

As marcas devem aproveitar esta oportunidade oferecendo pacotes de conteúdo de entretenimento sob demanda que se sobressaiam no mercado. Para 2022, as plataformas para esporte e eSports (ou jogos eletrônicos) devem ganhar ainda mais espaço, sobretudo em razão da Copa do Mundo do Qatar, no fim do ano.

Além disso, após o fechamento dos cinemas na pandemia, grandes estúdios reviram suas estratégias e começaram a lançar seus filmes nos streamings. A tendência deve continuar no longo prazo, já que as primeiras experiências foram bem aceitas pelo público. Exemplo é o lançamento de Viúva Negra, da Disney, que ocorreu simultaneamente no cinema e na versão premium da Disney+.

2- Dados na internet
Com a chegada da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil e o fim dos cookies (informações armazenadas pelos sites para personalizar a experiência do usuário e oferecer, por exemplo, anúncios de seu interesse), previsto pelo Google para 2022, as empresas têm como principal desafio para o ano que vem redesenhar seu ecossistema de dados. Isso significa que as marcas terão de criar métodos para coletar informações qualitativas sobre o seu público.

A partir dessas mudanças, 59% das marcas estão preocupadas em como vão monitorar a atividade online do público-alvo, indica a pesquisa da Kantar. Ao mesmo tempo, de acordo com levantamento da Salesforce, 83% dos profissionais de marketing afirmam que a capacidade de atender o cliente depende de recursos digitais.

Diante disso, as marcas terão de desenvolver maneiras cada vez mais criativas de conseguir o consentimento dos usuários para obter e armazenar seus dados.

De olho nessa tendência, a rede de fast food Burger King lançou, no início deste ano, o Clube BK, em que o cliente acumula pontos que podem ser trocados por produtos da marca. Em sete meses de operação, mais de dois milhões de usuários forneceram os seus dados para se cadastrar.

3- Audiência assume o controle
O avanço da tecnologia, da realidade virtual, da inteligência artificial e do metaverso (ambiente digital onde seria possível interagir de maneira mais imersiva e parecida com a realidade off-line) permite que o público esteja cada vez mais ativo em games e eventos virtuais. Hoje, mais do que nunca, é o cliente quem define os rumos das narrativas e os caminhos a serem explorados.

Assim, as empresas precisam considerar as peculiaridades das plataformas digitais, sem tentar reproduzir as experiências físicas. A Kantar estima uma competição na alocação de mídia de performance (quando o pagamento pelo anúncio depende dos resultados) em formatos como social commerce (vendas pelas redes sociais através de um clique). Os varejistas, por sua vez, devem investir na sofisticação do e-commerce e dos metaversos.

4- Creative commerce
A integração cada vez maior entre os ambientes de compra (e-commerce e marketplaces) e os de entretenimento (redes sociais e games, por exemplo), unindo os diferentes canais em uma jornada única para o consumidor, é uma tendência que está se consolidando. Um movimento que se observa é o investimento em conteúdo integrando a experiência do usuário à conversão, mostra o relatório da GoAd Media.

Neste ano, a L’Oréal criou um filtro, nas redes sociais, de realidade aumentada para divulgar sua nova linha de xampus. No jogo, o usuário deve pegar a maior quantidade possível de packs de produtos, fugindo de tesouras e nuvens de chuva, inimigas dos cabelos longos e lisos. A marca atrelou o game à ação com influenciadores e cupons de desconto.

5- Estratégia omnichannel
A pandemia escancarou a necessidade de as empresas terem presença no ambiente digital, tendência que deve virar hábito para uma parcela da população. No entanto, as companhias devem continuar apostando na experiência do usuário nos ambientes físicos, por meio de uma estratégia omnichannel.

Isso significa que a jornada do cliente deve ser pensada tanto para o ambiente on-line quanto para o físico, de modo que a mesma mensagem seja passada em diferentes formatos de acordo com o canal escolhido pelo consumidor.

E aí? Sua empresa já está por dentro dessas tendências? Sabe como aproveitá-las para impulsionar o seu negócio? A Jahe Marketing pode ajudar!

Ah, e não se esqueça de se inscrever em nossa newsletter para não perder nenhuma atualização sobre as principais tendências do marketing!

Mais posts para você

×

Fale conosco

×