Marketing offline é parte de estratégia inteligente – veja dicas para aproveitar o melhor dele!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O marketing digital se tornou ferramenta essencial para que as empresas aumentem sua audiência e instiguem o interesse dos consumidores. As razões para isso são muitas, desde a chance de aplicar ferramentas de inteligência artificial para compreender melhor quem é seu público até custos atraentes em anúncios em redes sociais como Facebook, LinkedIn e Instagram.

Essa tendência é anterior à pandemia de Covid-19, que aumentou a presença online no mundo todo e tirou a maior parte da população mundial das ruas, lojas, escritórios e eventos. Para se ter uma ideia, ainda em 2019, o mercado norte-americano previa um investimento de US$129 bilhões na propaganda online, contra US$109 bilhões em propaganda tradicional, seja ela TV, revistas ou jornais. O balanço foi feito pela revista Forbes.

Mas quando comparamos as curvas deste ano (online x offline), percebemos que o investimento na mídia tradicional acompanha o traço digital, ainda que com valores cerca de 15% menores (os números são da Statista). O que isso quer dizer? Os dados norte-americanos servem de insight e mostram que os dois tipos de publicidade andam juntos, ainda que com receitas diferentes. Dessa forma, pensar em uma coisa ou outra é um erro para a maioria dos negócios.

Estratégias abrangentes de marketing devem, se possível, contemplar ambas as realidades, já que sua audiência provavelmente está tanto no online quanto no offline. Isso vale para empresas de todos os portes – se não é possível investir em TV ou rádio, anúncios em jornais locais, o marketing de guerrilha ou a entrega de materiais promocionais e cupons de desconto pode valer a pena.

Mas então, quando apostar em cada tipo de mídia, e por que elas não deveriam faltar no planejamento da sua empresa? Para categorizar essas maneiras diferentes de falar com o público, os teóricos do Marketing criaram dois termos específicos: Inbound e Outbound Marketing.

Nós já falamos aqui em nosso hub de conteúdo sobre diversas formas de Inbound Marketing: são newsletters, blogs com novidades e artigos sobre sua área de atuação, produção de canais de vídeo, podcasts, webinars, e-books, lives, etc. O consumidor busca informação sobre um assunto e encontra sua marca como autoridade naquele campo.

Por outro lado, o Outbound Marketing busca a audiência em “campo aberto”, atingindo um maior número de pessoas ao mesmo tempo. Ou seja, podemos deduzir que, para certos segmentos de atuação, a mídia offline não é um complemento, é vital. Afinal de contas, todos nós precisamos de itens como alimentos, vestuário, produtos de higiene, etc.

O ambiente digital funciona muito bem quando o público é categorizado em idade, atuação, gênero, gostos pessoais e até horários e rotinas, mas a mídia tradicional tem uma presença muito mais sólida para falar com a população geral: a comunicação em outdoors, panfletos, anúncios em jornais, rádio e telas digitais em edifícios comerciais chega a todos que passam por ali.

Está pensando em como incluir a mídia tradicional na estratégia do seu negócio? Nós temos dicas valiosas! Siga lendo.

Indoor ou outdoor?
Parte da sua estratégia deve estar alinhada ao ambiente em que seu anúncio irá circular. O marketing offline também compreende amostras em pontos de venda, aulas grátis e claro, os eventos presenciais.

No final das contas, é crucial para a equipe de marketing da companhia integrar bem as duas plataformas: o online e o offline. E, por falar em integração, todo tipo de negócio já consegue hoje abrigar ambas as opções. Quer um exemplo? Se você ainda não encontrou um restaurante cuja mesa possui um código QR para você acessar o cardápio (e economizar papel), em breve você encontrará. Negócios de todos os tamanhos já adotaram esse tipo de ferramenta. De grandes marcas em suas embalagens até profissionais autônomos que trabalham com consertos e reparos caseiros.

Por isso, lembre-se: o trabalho de marketing deve evitar a todo o custo a “visão de túnel”, ou seja, quando focamos em um aspecto apenas e esquecemos do todo. O mundo online gera muitos dados que podem – e devem – ser utilizados com inteligência estratégica. Mas algumas das melhores interações de uma empresa com o consumidor acontecem pessoalmente, ou em ambiente off-line. Você provavelmente já deixou um cartão de visitas com alguém que virou um ótimo lead.

Veja outros benefícios do marketing offline:

Confiança e proximidade – o seu consumidor dará preferência ao seu produto se tiver certeza de que você estará próximo no caso de uma urgência ou problema. A divulgação off-line – mesmo que seja feita de forma simples, como em folhetos – pode trazer segurança e confiabilidade para o seu trabalho.

Autenticidade – o mundo online é prático, mas lembre-se: as pessoas gostam de ter contato físico com os produtos que desejam adquirir ou manter algum tipo de referência física daquilo que as chamou atenção. Uma amostra grátis, um cartão de visita, um folheto bem diagramado. Um brinde em forma de caneta. Investir no marketing off-line pode aumentar a autenticidade e contato do público com o seu trabalho.

Feedback imediato – compreender rapidamente se sua estratégia online foi bem-sucedida
pode levar tempo. Isso não é um defeito, mas uma característica, pois para analisar um volume de dados eles precisam existir em quantidade suficiente. Para isso, é preciso esperar. Já o contato face-to-face e até mesmo uma conversa rápida com consumidores ou clientes podem lhe oferecer um retorno valioso. Se o preço for alto, eles dirão imediatamente. Se o produto não transmitir confiança, você lerá essa informação em seus rostos.

Mas, é claro: começar do zero, ou implantar uma estratégia que representa um giro de 180º nem sempre é simples. A boa notícia é que, hoje em dia, é possível terceirizar essas funções, e obter um trabalho completo de marketing online e off-line. A Jahe Marketing pode ajudar!

E, para ficar por dentro de todas as novidades e tendências do universo da comunicação, marketing e novas maneiras de se relacionar com seus clientes, cadastre-se em nossa newsletter!

Mais posts para você

×

Fale conosco

×